[volatile.]

Vida afora: ler, escrever, comer, beber, viajar, ouvir música, correr… Amar…

Sempre fui ativa, contudo o tempo me fez um pouco mais preguiçosa. Hoje em dia a disciplina é menor, embora eu tenha a certeza de que precise de exercício físico para ter uma vida boa. Meu corpo responde bem e a alma também: condiciona e alivia o estresse.  Se a rotina não está gostosa acabo descontando na comida e o resultado é sempre visível. Muitos quilinhos a mais na balança, que está sempre oscilando.

Escrevo isso contrariada, mas sou gulosa. Até os 30 só fazia sanduíches e sobremesas, depois me descobri uma cozinheira de mão cheia. Especialidades? Macarrão aos quatro queijos, ceviche, risoto inventado com tudo o que estiver na geladeira – ou o pouco que restou.  Canja de galinha temperada com coentro e cominho. Caponata colorida e bruschetta de tomates. Morrer de fome eu não morro. Nem mato.

Misturo grife com brechó. Barato com caro. Ouço de música clássica ao rocknroll barulhento. E adoro um show ao vivo para cantar todas as prediletas a plenos pulmões. Cantar e dançar: duas coisas que não faço muito bem, mas que não dou realmente a mínima para o que estão pensando. O chopp tem que ser trincando de gelado e o café preto, retinto, pelando de quente.

Meu maior investimento é em viagens. Já me meti em muito cantinho por esse mundão e espero poder conhecer ainda muito mais. Sou louca por gente, culturas, cores, sabores… Tentei fazer um arquivo relevante, mas sempre me lembro de mais um lugarzinho que deixei escapar. Sou muito feliz pela vida que me foi presenteada e tento passar essa alegria para todos que comigo convivem.

Apaixonada por política e defensora da democracia, depois de apanhar bastante aprendi a não julgar e a não acreditar piamente em nada – e nem em ninguém, muito menos em mim. Conhecemos muito pouco a mente humana para termos certezas. Gosto de pensar que fadas existem e o escuro pode me dar medo.

Muito prazer, sou a Carol: filha, irmã, amiga, militante, menina, mulher, amante…

Mas muitos acreditam que eu seja apenas mais um beija-flor.

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s