Arquivo da categoria: Arte

#Inhotim: consumir o #contemporâneo e aguçar os sentidos #arte #ArteContemporânea

Incrível! Fantástico! Lugar mágico! Palavras usadas para descrever Inhotim, sempre que o assunto vinha à tona. Eu, que nunca tinha tido a oportunidade de ir, ficava imaginando, pesquisando na internet, tentando captar o que estaria por trás de palavras comuns, carregadas de sentidos de dicionário.

Tenho a alma inquieta. Não consigo ficar parada, me entedio facilmente e prefiro estar sempre ocupada com coisas que me instiguem. O aprendizado fascina e diminui a boemia que conforta no tédio ululante. Inhotim é isso: uma experiência fascinante, parque de diversões para a criança que existe dentro de mim.

E não é apenas uma experiência visual. É um encontro que nutre os instintos. Impossível não ser tocado no coração. Bernardo Paz declarou em reportagem ao El País: “Este lugar reúne duas coisas necessárias para a vida: a emoção e a sensibilidade”. E é isso. Tudo o que está lá te faz pensar e questionar aquilo que se vive.

IMG_0991

Inhotim é assim!

Minha viagem foi ainda mais completa, pois foi idealizada pelo professor de música clássica Rafael Fonseca. O Rafa, como é carinhosamente chamado desde que me iniciei na arte da conversação, é meu primo-irmão. Compartilhamos experiências de vida além do trivial por conta da comunhão de duas famílias, mas, principalmente, devido às afinidades de vida.

Rafa é amante do belo, do sensível, do conforto e da boa mesa. Ele fez parceria com o crítico de arte contemporânea Fabio Cypriano, professor da PUC-SP e crítico de arte da Folha de São Paulo, para montar um roteiro impecável: ouvir a Filarmônica de Minas com acústica perfeita na Sala Minas Gerais e comer no estrelado restaurante Gloutoun em BH; e visitar Inhotim.

O Fabio não é um crítico qualquer. Ele faz você ficar atento às mensagens das obras e filmes passam pela sua cabeça. O que mais me tocou em nossa caminhada artística foi quando ele destacou a importância de consumirmos o que é contemporâneo. Devemos dar mais atenção ao que é produzido em nossa época.

Como escritora infantil eu ainda estou penando para encontrar espaço em grandes editoras para ganhar capilaridade na distribuição e, assim, maior exposição. Admiro imensamente os clássicos, mas sinto que grandes ideias são deixadas de lado quando somente consumimos escritores já consagrados.

Inhotim te faz refletir! Sobre o que pensa, o que sonha, o que come, o que admira! Depois da viagem você não quer voltar a se enfurnar num apartamento de quarto e sala. Você quer continuar produzindo e cavando oportunidades que agucem os sentidos para escrever de forma diferente as próximas páginas do livro da vida.

Serviço

RF Viagens Musicais
Filarmônica de Minas, Inhotim e Pampulha
Informações: rf.viagensmusicais@gmail.com / WhatsApp 21-9-9627-2491 [Bernardino de Campos]

Deixe um comentário

Arquivado em Arte, Turismo

Falácias e vidas despedaçadas #futilidade #vida #amor #medo #verdade #vítima #coragem

Falam, falam
E choram
Vítimas do mundo
mundanas
Coitadas, sempre sofridas
Chamam atenção e competem
Querendo ser sempre ouvidas
Passam por cima sem pesar
Pensam que se ocupar é amar
Esquecem-se das vísceras
Das premissas
Do caráter
E da própria carne
Engolem tudo
e enfiam tudo
Goela abaixo
E choram
E reclamam
Não acham que
estão por baixo
Pobres mundanas
Vítimas do mundo
Não sabem ainda o que é o castigo.

.:. Faiscador .:.

IMG_0556

Deixe um comentário

Arquivado em Arte, Crônica, Ideias, Impressões

Faiscador Livremente e as Rimas que vêm do Ventre #poesia #poema #rima #leitura #amor #vida #texto #exposição

eurimo

Ontem ganhei do meu irmão o ‘Dicionário de Rimas da Língua Portuguesa’. Este post é uma homenagem. De mente livre, pensado em meu blog, hoje esporádico, Faiscador:

Perpetuando

A ousadia liberta a alma encarcerada
Livre-se de suas amarras
Seja você e ame a bondade
Nada mais importa, só sua existência
Abra as suas portas e janelas
Deixe-as escancaradas
Vivemos para encontrarmos nossa essência
Somos únicos
Não devemos nada ao outro que reclama
Cada um segue o seu rumo e a quem ama

.:. Faiscador .:.
12/01/09:58

Segue a rima, usando meu novo e maravilhoso dicionário extraordinário:

Perpetuando

A ousadia liberta a alma encarcerada
Como o corpo da pessoa guarda-chuvada
Em casa, suas amarras, portas e janelas
Pela chuva que cai com a existência delas
Bondade e segurança guardam e não importam
Encarceradas, moças jovens se entortam
Versos, livres, sempre em essência
Somos únicos, seres, sem advertência
Não devemos nada ao outro que reclama
Cada um segue o seu rumo e o de quem ama

.:. (?) .:.
23/01/01:18

Deixe um comentário

23 de janeiro de 2015 · 4:47

A Grande Abóbora do #Halloween!! <3 #criatividade #exílio #bruxa #bruxaria #feitiço #gostosuras #travessuras

A 'Grande Abóbora do Halloween' é o símbolo de minha criatividade gerada pelo banzo em meu exílio voluntário nos EUA.

A ‘Grande Abóbora do Halloween’ é o símbolo de minha criatividade gerada pelo banzo em meu exílio voluntário nos EUA.

banzo1 (ban.zo), do quimbundo mbanza, “aldeia”. “A moléstia, descrita como uma enfermidade melancólica que podia levar à morte, reflete a dolorosa experiência humana que foi a escravidão”. ‘Era como se chamava o sentimento de melancolia em relação à terra natal e de aversão à privação da liberdade praticada contra a população negra no Brasil na época da Diáspora africana.’
Fontes:
http://goo.gl/YsiQJn
http://goo.gl/g5tgYR
http://www.aulete.com.br/banzo

Deixe um comentário

Arquivado em Arte, Ideias, Impressões

Viver a vida <3 #Liniers #aventura #quadrinhos #HQ #tirinhas #viver #coragem

Quanto mais eu vivo, mais eu vivo!

Liniers é demais!

Screen Shot 2014-10-15 at 9.59.16 PM

Screen Shot 2014-10-15 at 10.07.05 PM

Deixe um comentário

Arquivado em Arte, Humor, Ideias

Quebra-cabeça #amor #devaneio

Senti você no banheiro
Retrato do tudo
Não tomei banho o dia inteiro
Meu corpo desnudo

Faço um monte de coisas quando não estou com você. Mas o que mais faço é dar voltas no mesmo lugar. Pra nunca parar de pensar no que seria te amar…

Deixe um comentário

Arquivado em Arte, Crônica, Glamour, Ideias, Impressões, Prosa

Amontoados #leitura #verso #poema

Amontoam-se pensamentos
Livros, caixas, garrafas,
Ilusões, desejos, quereres,
Amores, traições, prazeres…
 
Amontoam-se frustrações,
Tampinhas, bilhetes, marafas,
Trolhas, frustrações, trapaças,
Amizades, lealdades, desgraças…
 
Amontoam-se libertinagens,
Vadiagens, copos, remorsos,
Destroços, traquinagens, paisagens,
Relacionamentos, situações, sacanagens…
 
Amontoam-se vidas, bandidas, perdidas…
Amontoam-se sonhos, saídas, viagens….
Amontoam-se suspiros, lágrimas e… coragem.
 
 

Deixe um comentário

Arquivado em Arte, Ideias, Impressões