Faiscador Livremente e as Rimas que vêm do Ventre #poesia #poema #rima #leitura #amor #vida #texto #exposição

eurimo

Ontem ganhei do meu irmão o ‘Dicionário de Rimas da Língua Portuguesa’. Este post é uma homenagem. De mente livre, pensado em meu blog, hoje esporádico, Faiscador:

Perpetuando

A ousadia liberta a alma encarcerada
Livre-se de suas amarras
Seja você e ame a bondade
Nada mais importa, só sua existência
Abra as suas portas e janelas
Deixe-as escancaradas
Vivemos para encontrarmos nossa essência
Somos únicos
Não devemos nada ao outro que reclama
Cada um segue o seu rumo e a quem ama

.:. Faiscador .:.
12/01/09:58

Segue a rima, usando meu novo e maravilhoso dicionário extraordinário:

Perpetuando

A ousadia liberta a alma encarcerada
Como o corpo da pessoa guarda-chuvada
Em casa, suas amarras, portas e janelas
Pela chuva que cai com a existência delas
Bondade e segurança guardam e não importam
Encarceradas, moças jovens se entortam
Versos, livres, sempre em essência
Somos únicos, seres, sem advertência
Não devemos nada ao outro que reclama
Cada um segue o seu rumo e o de quem ama

.:. (?) .:.
23/01/01:18

Anúncios

Deixe um comentário

23 de janeiro de 2015 · 4:47

Deixe um comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s